4 atividades extracurriculares que seu filho deveria fazer

4_atividades_extracurriculares_que_seu_filho_deveria_fazer.jpg.jpeg

Escola, cama, celular, brinquedos e televisão. Com as ruas cada vez menos seguras, as crianças tem sua rotina mais restrita, o que acaba impactando no desenvolvimento de suas habilidades não-cognitivas – autonomia, sociabilidade, estabilidade emocional, curiosidade e perseverança, por exemplo. Mas existem algumas atividades oferecidas nas escolas e instituições de cursos livres que podem ajudar. 

Em nosso post de hoje, conheça algumas atividades extracurriculares que seu filho deveria fazer. 

1 – Esportes coletivos ou individuais

Fazer um esporte trará dezenas de benefícios ao seu filho. Embora ele provavelmente tenha aulas de Educação Física na escola, elas dificilmente abrangem todas as habilidades envolvidas na prática de esportes.

Esportes de quadra coletivos, como futebol e vôlei, por exemplo, são bons para o desenvolvimento do espírito de equipe, já os esportes individuais, como natação, esgrima ou mesmo artes marciais, ajudam na formação da disciplina e do equilíbrio físico e mental.

Além destes, a prática de esportes agrega mais um benefício: auxilia no controle do peso.

2 – Cursos de línguas estrangeiras

As chances de seu filho precisar ser fluente em uma língua estrangeira para se sair bem na vida pessoal e profissional são bem grandes. Que tal deixá-lo preparado para o futuro? Cursos de inglês continuam sendo os mais relevantes e, por isso, os que têm maior oferta — faça uma boa pesquisa antes de definir o método ou a escola.

Além do inglês, existem diversas opções bastante valorizadas, como o alemão, espanhol, o clássico francês ou, até mesmo, o mandarim, que tem se tornado atrativo em razão do estreitamento de relações comerciais com a China.

O aprendizado de outros idiomas auxilia, também, na melhoria da fala e articulação.

3 – Música e artes

O método de ensino convencional padroniza o conhecimento das crianças para viabilizar a avaliação de seu desempenho, portanto todos aprendemos a pintar o céu de azul, o sol de amarelo e a grama de verde.

No entanto, as pessoas que se destacam são justamente aquelas que conseguem pensar diferente, que enxergam o laranja do céu no por do sol.

A criatividade nasce conosco, mas precisa ser cultivada. Para isso, invista em cursos relacionados à arte: instrumentos musicais, canto, dança, desenho, pintura ou teatro, por exemplo.  É claro que, antes de escolher, será preciso prestar atenção às preferências da criança e disposição para uma área ou outra.

4 – Culinária

Uma atividade extracurricular que desenvolve uma série de conhecimentos e habilidades é a culinária. Pode ser que seu filho não se transforme em um chef famoso, saber cozinhar certamente será bastante útil para que tenha uma alimentação saudável.

Além disso, para cozinhar é preciso aprender a ser organizado, ter paciência, manter o foco e usar a imaginação. 

Não exagere nas atividades extracurriculares do seu filho

Embora não haja dúvida de que as atividades extracurriculares auxiliam a adquirir novas habilidades, não se pode esquecer de levar em consideração o perfil da criança e de cuidar para NÃO EXAGERAR. Crianças não precisam ter agendas de adultos. Elas precisam brincar, ter tempo livre e cumprir atividades escolares, conviver com amigos e familiares. Administre o tempo de seu filho de maneira inteligente e carinhosa.

Tem interesse em matricular seu filho nos cursos de culinária e educação alimentar? Então conheça a ABC na Cozinha e permita que ele aprenda a cozinhar brincando!

Postagens relacionadas
Child painting in the kindergarten
Por que a rotina na educação infantil é essencial?
Hamburger and french fries for unhealthy lunch
Obesidade Infantil: estratégias para prevenção
Como_melhorar_o_comportamento_dos_filhos_à_mesa.jpg.jpeg
Como melhorar o comportamento dos filhos à mesa
A_importância_da_alimentação_infantil_para_o_desenvolvimento.jpg.jpeg
A importância da alimentação para o desenvolvimento infantil
X_consequências_de_uma_má_alimentação_infantil.jpg.jpeg
4 consequências de uma má alimentação infantil

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web