4 consequências de uma má alimentação infantil

X_consequências_de_uma_má_alimentação_infantil.jpg.jpeg

Se para os adultos a alimentação deve ser levado a sério, a atenção deve ser redobrada quando temos crianças sob nossa responsabilidade. Os danos associados à falta de nutrientes nos primeiros anos de vida podem ser irreversíveis.

Confira 4 consequências de uma má alimentação infantil proteja seus filhos dos problemas que ela pode causar.

1 – Riscos à cognição

Um estudo alarmante realizado pela Universidade de Bristol, na Inglaterra, revelou que uma dieta rica açúcar, alimentos processados e gordura até os três anos de idade pode estar associada a um QI mais baixo quando a criança atinge a idade escolar. Portanto, por mais tentadores que sejam os sorvetes, bolachas, frios e hambúrgueres, é imprescindível que os pais imponham limites e incentivem seus filhos a consumirem opções mais saudáveis, como, frutas, legumes e verduras.

2 – Propensão à obesidade

Está muito enganado quem acha que criança acima do peso é sinônimo de criança cheia de saúde — a obesidade na infância é uma condição séria que, além da saúde, pode afetar a autoestima. Colesterol, diabetes e hipertensão são apenas algumas das complicações associadas à obesidade. A ingestão de água, frutas e legumes, além da prática de atividades físicas devem fazer parte do cotidiano das famílias. 

3 – Anemia

Falta de ânimo, dificuldade de concentração, palidez, dor de cabeça e falta de ar são alguns dos sintomas da anemia — condição na qual o conteúdo de hemoglobina no sangue está abaixo do normal pela falta de um ou mais nutrientes essenciais. 
Não se deixe enganar pelo peso da criança: pessoas com sobrepeso ou obesas podem desenvolver anemia, já que a condição é relacionado com a qualidade da alimentação, e não com a quantidade ingerida. Portanto, quanto mais variada a dieta, melhor. 

4 – Diabetes

Diabetes é uma doença relacionada com a falta, insuficiência ou mal funcionamento da insulina, afetando o uso de açúcar pelas células do corpo. 

Mais comum em adultos, a diabete adquirida tem se tornado cada vez mais frequente em crianças e adolescentes como consequência da má alimentação, do excesso de peso e da falta de exercício físico. Se seu filho apresentar aumento de sede e/ou de fome, cansaço, sonolência, infecções recorrentes ou aumento na frequência urinária, informe o pediatra.

 

Deu para notar que uma má alimentação infantil, pobre em frutas, legumes e outros alimentos nutritivos pode ser acarretar em prejuízos no desenvolvimento da criança. Por isso, saber dizer não em diversas situações e insistir no preparo e apresentação de alimentos saudáveis ao seu filho é, também, uma forma de mostrar o quanto o ama e de infuenciá-lo a se importar com a própria saúde.

Gostou de nossas dicas? Quer ficar por dentro de das nossas dicas e novidades sobre saúde e alimentação saudável? Então assine nossa newsletter!

Postagens relacionadas
educacao-alimentar--passo-a-passo-para-ensinar-seu-filho-a-comer-bem4523
Educação Alimentar: passo a passo para ensinar seu filho a comer bem
Child painting in the kindergarten
Por que a rotina na educação infantil é essencial?
lanches-rapidos-e-praticos-para-inserir-na-alimentacao-do-seu-filho4359
Lanches rápidos e práticos para incluir na alimentação do seu filho
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Seu filho sofre de neofobia alimentar?
Hamburger and french fries for unhealthy lunch
Obesidade Infantil: estratégias para prevenção

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web